Quinta do Autor

A meta é ficar bem

Ainda estou me culpando por situações que apertam bastante o meu peito. Ações que minha mente insisti em lembrar constantemente. Não deveria ter acontecido, eu sei. Agora veio à tona. E ao levantar percebi que o dia não seria o mesmo dos anteriores. Que dali em diante alguns dias seriam complicados, como já havia acontecido.

É difícil até olhar no espelho com os olhos marejados como os meus estão. A tristeza chegou com força, e me fazendo ficar tão pequeno e paranóico. Tornando um caos em volta, batendo sem motivo algum, ou com motivos que as peças não se encaixavam novamente de um quebra-cabeças que se formou. Estar tudo uma bagunça.

Tenho me cobrado demais, querendo ver as coisas certas e tudo correr corretamente como sempre desejei, conforme os “padrões”. Talvez não seria tão ruim se não machucasse tanto perceber algo sair do controle e não acontecendo como imaginei. Só estou bem cansado, pois não é fácil, e nem tão simples. Mas, pretendo ter calma!

Ultimamente quero ficar quieto, pensar muito, e me organizar aos poucos. Por isso, que consequentemente construo muros mesmo não querendo fazer isso, mas com a ideia de não machucar, magoar, e desanimar ninguém que amo e me importo. E só peço que tente entender por mais complexo que isso seja.

E olhando pela janela percebo que lá fora chove, mas é dentro de mim que inunda, principalmente com as lágrimas que não desejo derramar. Preciso ser mais forte! Devo ser, porque nunca desisto tão fácil das coisas.

E entre todas aquelas constelações, que eu seja a estrela escura hoje, e um brilho temporariamente contido. Pois gosto quando dizem que pareço feliz, visto que em um dia triste busco verdadeiramente ser quem sou, e contagiar os outros. Por mais simples que seja, quero demonstrar que importa e vale muito.

E a meta de verdade é ficar bem. Recomeçar dia após dia, todos com uma intensidade relativamente menor e um caos menos doloroso. E Deus em todos os dias! Quero mostrar ainda do que posso e sou capaz. Assim como diz uma música: “que eu seja todo dia como um girassol, de costas para o escuro e de frente pra luz”.

Emanoel Filipe

Escrevo eu mesmo. Escrevo o que penso, e sinto. Exponho em um simples papel, todos os meus sentimentos e confusões!

error

Compartilhe amor com a gente!

YouTube
YouTube
Instagram