Olha mãe… Veja mãe, Perceba mãe…
As palavras são insuficientes nessa imensidão.
O amor é infinito, sensível e imensurável.

Uma obra divina compreensível e afável.
A tão guardiã do mais profundo sentimento de um coração…
Não podemos dizer que não temos uma heroína…
A sua garra e seu desprendimento, a todos fascinam
Seu acalento, sua disposição e sua coragem
Dá-lhe a marca de eterna, sem passagem…
És amor por ter a fertilidade dos sentimentos
Vai do aconchego aos impedimentos…
Vai do carinho ao cuidado, do super cuidado
Por ter sua geração o natural envolvimento…
Cala, fala, briga, se irrita…
Bate, sofre, chora, MAS sorri…
São as mais diversas maneiras de agir sem fim…
Ela é isso, o conjunto do bem querer que tens aqui…. (coração)
Acolhe, faz fluir…
Seu coração é sempre um verbo em ação…
Nos sentimentos, presente, passado e futuro…
Faz acontecer o AMOR MATERNO desde o nascituro…
Olha mãe… Veja mãe, Perceba mãe…
Hoje é tudo dedicado a ti…
Desde a atenção à benção de nossa divindade…
Engrandeça-te, pois para nós representa a doação e amor da cristandade…
MÃE, seu dia é desde a sua primeira concepção…
Seu dia é toda hora, todo minuto e toda atitude…
Indiscutível sua presença e sua proteção…
A vós dedicamos todo respeito e devoção…
FELIZ DIA DAS MÃES…

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here