Mulher SER

Biotipo

Consumi demasiadamente, pois queria a cara deles. Eu precisava me sentir aceita de alguma forma.

Bebi os melhores vinhos na esperança  que aquele álcool penetrasse em minha corrente sanguínea, para ter o prazer de me sentir como eles, mesmo que isso custasse os meus olhos.

Vesti as melhores roupas na expectativa que aquelas etiquetas me libertassem.

Usei os maiores saltos na esperança que alguém notasse e respeitassem a minha compostura.

Assisti! Assisti! Assisti apaticamente todos os comerciais e propagandas, na esperança de encontrar o meu biotipo estampado em algum lugar.

Foi então, que ganhei um livro o qual me direcionou a ouvir outras vozes. Inclusive aquelas que foram silenciadas desde os tráficos que habitaram os navios negreiros.

Enjoei, chorei e me revoltei, ao ser apresentada ao espelho e ouvir o som da minha própria voz.

Percebi que em todo este percurso, da minha boca não havia saído ser quer uma única palavra.

Não sabia que tinha lugar de fala!

Daí em diante grite!

E ao invés de consumir abortei.

Jessica Rosanne

"As palavras são como uma espécie cura é uma mistura de céu , mel e fel .Acredito em seu poder e no universo que nos proporcionam.São como gente e gente miúda, que precisa de cuidado para não matar ou ferir".