Me tornei um caçador de palavras, talvez o pior de todos (isso se houver outros tão perdidos quanto eu por aí). Você não sabe como é difícil acordar pela manhã tentando encontrar as palavras corretas, o quanto é doloroso dizer “estou bem! ” simplesmente porque não consigo formular frases com a finalidade de descrever o que realmente sinto quando alguém me pergunta “como você está? ”

Antigamente eu tentava usar expressões aproximadas para descrever meus sentimentos, mas sempre enfiava os pés pelas mãos pois nunca conseguia expressar a mensagem exata que eu queria transmitir, as pessoas não entendiam nada e tudo ficava pior. Hoje eu tenho preferido ficar em silencio, falar estritamente o necessário, na maioria das vezes usando palavras (as que ainda sei) vagas e sem muito significado.

Não faço ideia de como o silencio funciona pra você, mas pra mim, na maioria das vezes ele é a forca pendurada no teto do meu quarto, na qual submeto minha alma todos os dias, sufocando-a, calando-a, enquanto ela se debate desesperadamente tentando gritar e colocar pra fora esse abismo cada vez mais profundo e insuportável que se instaura dentro de mim, aliado a uma inquietude mais forte que um furacão, que me consome e me bagunça cada dia um pouco mais, ao mesmo tempo que meu exterior sustenta uma aparente paz, emitindo grunhidos de “ok”, “sim”, “não”, “talvez”, apenas para confirmar minha existência.

Sou um caçador vagando em meu próprio interior que está totalmente deserto. Meus pés doem. E se eu desistisse e ficasse aqui deitado nessa areia quente, apenas esperando que o vento faça o trabalho de me enterrar? Não seria mais fácil? Sabe, estou cansado de travar essa luta diária comigo mesmo, obrigando-me a ser forte, obrigando-me a dar o “passo a mais”, obrigando-me a acreditar que em algum lugar aqui dentro ainda existe um lindo oásis jorrando esperança e palavras que tragam sentido para isso tudo, mas desistir não é uma opção, então só me resta continuar.

Deixe Sua Opinião Ela é Importante Para Nós

SHARE
Previous articleNosso amor é uma discografia completa
Next articleQuando ele diz que me ama
Mateus Adriano
“Acredito nas palavras, como alguém que acredita em milagres. Elas me salvaram por mais de uma vez, e eu, com coração grato, irei anuncia-las com todo meu amor.”