Quero amor sem-vergonha mesmo.

Quero aquele cafajeste de sempre.  Exatamente aquele que te faz chegar ao clímax em poucos segundos ou dolorosos minutos, depende de quão sem vergonha iremos estar.

Quero rir dele na  hora errada, sim. Quero olhar para aquele cafajeste do meu lado e dizer como o cabelo dele está deslumbrante pós-coito. Quero ver aquele corpo gloriosamente nu enquanto ele levanta da cama para tomar banho. Quero aquele sorriso sexy que me faz ter uma insuficiência cardíaca ou faz toda parte sul do meu corpo se contrair. Sim, nada clichê, né?  Mas é isso que eu quero, e eu sei que é isso que você quer também.

Queremos aquele canalha que te manda mensagem de dez em dez minutinhos só porque não aguenta ficar longe de você, mesmo você sabendo  que nesse intervalo de dez minutinhos ele está mandando mais dez mensagens para outras dez meninas que ele não aguenta ficar longe também. Quero esses canalhas mesmo, de novo e outra vez, porque eles estão no topo da lista de “Como fazer a mulher feliz”.

Infelizmente, nada é perfeito, e temos que nos acostumar com os defeitos do nosso filho-da-puta-preferido.

SHARE
Previous articleAmizade colorida
Next articleSentimentos escondidos
Beatriz Cabral
Sentimentos manuscritos. Sentir e escrever. 20 anos, Rio de Janeiro - RJ

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here