Arquivos Overdose Poética - Giz Da Alma
quarta-feira, janeiro 16, 2019
Home Overdose Poética

Overdose Poética

"O pensar que não nos leva a lado nenhum leva-nos a todo lado; todo o outro pensar é feito sobre trilhos e, por muito longo que seja o percurso, no fim ergue-se sempre (...) a rotunda de recolha. No fim há sempre uma lanterna vermelha que diz: Pare!" (Henry Miller)

Nesse momento  A dor invade meu peito  Sinto meu coração sangrar  Voando contra o vento. Pois sem tu
Um ontem qualquer tornou-se inesquecível. Acordei, olhei as horas no relógio que maquina a todo o momento em delimitar minha vida. Andei distraído por esse longo dia, nada que fugisse da rotina bruta e ignorante. Era outono, céu pálido, as árvores...
Esse jogo do amor Entre o sol e o girassol Uma eterna ligação Que não há de acabar. O sol no percurso...
Canta canário Canário cantor Canta e com seu canto Leva embora minha dor. A dor de um mundo...
Olham para ela Com um olhar de reprovação Ela caminha com lagrimas nos olhos E nada no coração. Perguntam...
Posso até não ter dinheiro Mas eu sou um cidadão Estou cansado de ver no governo Analfabeto e ladrão.
A marca do tempo ficou tatuada em seu rosto As estradas da vida decodificou seu sorriso Desfez e levou o seu abrigo. Dispôs a...
Recordo-me da minha infância Como se um filme eu pudesse ver É triste pensar na felicidade Que jamais eu ei de ter.
Eu tenho vários sonhos Sonhos estranhos, sonhos lindos Sonhos loucos E até muito engraçados. Sonho com um mundo diferente
Era a vida, a jaula e o leão Eram as pessoas, os olhares e um coração Era a dor, a perda e a solidão Era o sofrimento e...
1,126FansLike
758FollowersFollow
289FollowersFollow

Mais Lidos