Showing: 111 - 120 of 142 RESULTS
Overdose Poética

Vim vomitar

Num piscar de olhos, diante do nosso estado do não sofrer e imersão de não estadia na felicidade sonhada, no instante do real, no determinado momento “sei lá!”, vamos nos permitindo deixar o tear dos dias vividos tecer. Veste nova, …

Overdose Poética

Me ame

Me ame hoje. Me ame além. Me ame durante as minhas TPMs diabólicas. Me ame no susto. Me ame no sossego. Me ame sobretudo no meu desespero. Me ame na solidão. Me ame na presença. Me ame na alergia. Me …

Overdose Poética

Que seja 0 a 0

Eu desisto. Que seja 0 a 0!

Eu desisti de você pelo joguinho. Gato, já não tenho quinze anos faz um tempo bom, e até os trinta eu não tenho tempo a perder parada. Quero é perder tempo imersa na intensidade de alguém que divida prazerosamente desejos comigo.
Bem, tô fora dessa mancada de esperar dois dias para você decidir responder uma mensagem se quer me ver ou não. Sou feita de “agoras”. Sem metáforas. Sem foras. Enquanto a mensagem fica na espera de respostas eu já teria feitos as malas e escolhido a minha calcinha mais sexy e colaria aí no seu AP. Só que tem a música do Djavan povoando seus atos.
Suas complicações até me aumentavam o tesão e a sua dificuldade tinha pinta de orgasmos múltiplos no início, mas a sua permanência nesse placar me deu uma puta preguiça. Eu queria gol de placa aos quarenta e cinco do segundo tempo, menos palavras e jogos frios, mais ações e corpos quentes.
Só que você deve ser daqueles jogadores que tanto faz e que tanto fez. Que não brilham. Então eu deixo apagado a chama que ardia. Finish na paixão e bola pra frente. Em busca do 1 a 1, da recíproca e somas iguais.

Bye!

 

Overdose Poética

Explicado em verso e prosa

Eu dei uma trégua ao silêncio. Deixei ele pousar aqui no meu peito, se instalar por um tempo e não dizer nada. Eu me entreguei! Ao trabalho com total frenesi, aos livros, a boa música, as cores, ao chocolate e ao vinho suave. Um pouco pra …

Overdose Poética

Cassandra VI

VI A sala era uma confusa miscelânea de cores e telas completas, inacabadas e completamente em branco, eram os únicos decorativos ali. Era um cômodo grande e cheirava à criação. O autor estava no lugar certo. Após bater na porta …

Overdose Poética

És tudo

Ainda que todas as palavras se calem E todos os meus versos se acabem, O meu olhar continuará dizendo Que és aquilo que me falta.   Ainda que se sinta solitária, As suas mãos nunca ficarão vazias. Estarei aqui para …

Overdose Poética

Cassandra V

V Naquele dia já planejava a próxima parte da história de Cassandra, na verdade ideias e mais ideias ferviam em sua mente. Cassandra pedia vida e talvez agora ele soubesse o significado da palavra. O motivo de tanta felicidade vinha …