Como amar se não posso te abraçar.

Como amar se não posso lhe beijar.

Como amar, se eu lhe der carinho, levo pedradas.

Como amar, se não posso te apresentar para minha família.

Como amar se não posso dizer abertamente ao mundo.

Como amar se não posso pegar em sua mão em meio à multidão, não podemos caminhar de mãos dadas pelas ruas nem que seja na escuridão.

Como posso dizer que te amo, se meu grito tem que ficar preso em minha garganta.

Como amar se não posso doar-te meu sangue.

Como amar, se o meu amor e visto como um risco.

Como amar, em meio a olhares tão escrotos.

Como amar…

Diz-me, como amar?

Sem medo, sem dor, sem desespero, sem desprezo.

Como é massacrante ser pisoteada pelo amor.

Como é cruel ser morta em nome do amor.

Diz-me, como amar se não há justiça no amor em me permitir te amar do jeito que quero e que sou?

Homenagem: Sabiá/ Custódio 

SHARE
Previous articleApenas um curto tempo
Next articleSó não desista da vida
Jessica Rosanne
"As palavras são como uma espécie cura é uma mistura de céu , mel e fel .Acredito em seu poder e no universo que nos proporcionam.São como gente e gente miúda, que precisa de cuidado para não matar ou ferir".

4 COMMENTS

  1. bela reflexão… o amor, que já foi palco de tantas guerras, continua sendo usado como motivo para embasar mais violência e ignorância.

  2. Oh amor?! Como tu és tão cruel em me deixar sozinho em meio à tantas vozes gritando por um amor… Amor?! Oh Amor? Como tu podes me deixar á espera de um verdadeiro amor?! Como tu podes ser assim?!… Comoooooo?! Mas, amor, sei que tu guardas o
    Melhor dos amores pra mim… Sei que tu me segura um dos melhores e mais profundos amores… Porque eu sempre amei intensamente, porque eu sempre amei de verdade.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here