Na verdade eu não sabia o que era o amor em sua essência. Não tinha a mínima ideia de como isso acontecia e do quanto isso era capaz de mudar minha vida.

Eu sabia o que era paixão, desilusão, devaneio. Sabia o que era saudade, o que era o coração acelerar e me faltar ar, e embora algumas vezes eu me iludisse achando que isso fosse sintomas de amor, não era. Não era uma ação voluntária sem segundas intenções. Não era gratuito, porque eu sempre esperava algo em troca. Esperava ser suprido das minhas carências, esperava respostas, esperava uma atitude que fosse ao mínimo compatível, caso contrário, eu já ficava decepcionado.

Sabe, é engraçado como o amor acontece, como ele chega de forma inesperada, sem pedir licença, sem pedir desculpas, como nem percebemos quando ele acontece. E foi assim… de repente você chegou e quando percebi, já estava te amando.

Amor puro, simples, verdadeiro. Sem medos, sem receios, sem esperar algo em troca. Sem querer saber se daqui a uma semana, um mês ou cinquenta anos você ainda se lembraria de mim.

Você tornou minha vida tão Bela que eu não consigo me ver, um dia sequer, vivendo sem te amar.

 

Deixe Sua Opinião Ela é Importante Para Nós

SHARE
Previous articlePrecisamos falar sobre fragilidade
Next articleAmor entre irmãos nunca morre
Mateus Adriano
“Acredito nas palavras, como alguém que acredita em milagres. Elas me salvaram por mais de uma vez, e eu, com coração grato, irei anuncia-las com todo meu amor.”