Overdose Poética

A culpa é sua

Como posso dizer que a culpa e sua, se seu céu não tem luar. Se naquele quadradinho de sua cela não tem espaço nem para nem para respirar.

Como dizer que a culpa sua, se voltou a roubar.

Se você precisava, calçar.

Se você precisava, falar.

Se você precisava, comer.

Se você precisava de tantas coisas…

Mas e como se  você fosse uma bolinha de papal.

Eles precisa te amassar, te pisar, te cuspir, e esnobar de sua cara.

Eles precisa te marcar, com aqueles antecedentes criminais, para você saber que toda vez que quiseres se erguer novamente, eu bato, eles batem nos bateremos às portas das chances em sua cara e jogamos a chave fora.

Não serei hipócrita, não só eu, mas tu, são eles e elas, verdade somos todos nós gritamos nos quatro cantos que a culpa e sua, por ser negro, por ser índio, por lésbica, por gay,  por ser mendigo, por ser drogado, por ser prostituta e por tantas outras desculpas.

A culpa e sua por ter essa vida feia. Você que não quis mudar, porque eu como chefe do inferno  tentei… Quis que tivesse um futuro melhor, das profundezas te dava esperança, te mandava noticias de todo mundo através dos jornais, novelas e revistas com as mais belas e fedorentas mensagens que tudo esta ruim, o transito esta ruim, as ruas estão ruim, o sol esta quente e muito ruim.

E como um vicio que não tem mais volta, te ludibriar. Fazer-te sonhar com tudo aquilo que esta em destaque nos comercias. A culpa e sua por trabalhar tanto e não vai conseguir jamais.

Se roubar eu lhe prendo.

Se pedir, eu não lhe ajudo.

Se sorrir lhe bato, lhe bato muito. Porque tu não tens o direito de sorrir se tudo que lhe dou e desgraça.

Se tu sofres a culpa e apenas sua por existir e insistir em tentar de novo.

Jessica Rosanne

"As palavras são como uma espécie cura é uma mistura de céu , mel e fel .Acredito em seu poder e no universo que nos proporcionam.São como gente e gente miúda, que precisa de cuidado para não matar ou ferir".

Um comentário

Deixe uma resposta