Ei, e essa lágrima que insiste em correr pela tua face? Teu semblante anda tão tristonho ultimamente. Há dias que seu coração está apertado, agoniado… não é mesmo?! Não se isole assim, por favor!

Ei, te contar que a tristeza, dia ou outro, me pega de jeito também. Uma carenciazinha que chega de vez em quando, só para nos deixar pra baixo, não é mesmo?! Então, se levante, vá ver pessoas, conversar, ouvir… VIVER!

Tire seus calçados, vá sentir o chão, a grama… Ande pela cidade de bike, a pé… Faça outros caminhos, veja lugares novos aos seus olhos. Vá ao parque e perceba que não se sentirá só. Esbarre com pessoas e suas estórias (e sensacionais, por assim dizer!). Perceba que você é um grãozinho tão minúsculo numa imensidão de gente!

Sorria, você está vivendo, sentindo e se permitindo!

Venha, entre você também nessa corrente do bem e espalhe a alegria interior de sua alma, deixando-a transparecer em um gesto tão esplêndido e avassalador. Deixe-se sorrir, deixe-se ser luz, deixe-se o amor a transbordar!

Sorria muito, sorria sempre, sorria para alegrar teus dias e espantar as tristezas desnecessárias. As pessoas hoje em dia precisam resgatar coisas simples, então faça sua parte, e comece a distribuir mais sorrisos, mais abraços, mais aconchego, mais união, mais sentimentos puros!

Venha, escolha viver o seu agora, o seu presente!

________

Adaptado de trechos de autoria própria referente à editoriais elaborados em parceria com equipe de escritores colaboradores do Giz da Alma.

Ass.: Wanessa Rocha, um ser vivente e sentimental.

Deixe Sua Opinião Ela é Importante Para Nós

SHARE
Previous articleAcorde menino.
Next articlePrecisamos falar sobre a Desumanização
Wanessa Rocha
Apaixonada por poesia, cores, sabores, lugares, sorrisos, livros, fotografia, músicas, família, amigos, natureza... Uma pequena andarilha errante de alma transparente e eterna aprendiz com a vida!

2 COMMENTS