Eu só não quero mais perder pessoas…

Porque dói ficar. E ter vocês somente por um momento mágico da vida.  Ver o sorriso sendo conquistado pela dor. Ver que você se perde… e me deixa. E não me deixa te ajudar. Não vai não. Vamos cuidar das nossas emoções? Deixa esse acumulo aqui sobre a mesa? Descansa a mente num papo de confiança? A verdade é que eu não sei como fazer isso. Mas podemos aprender juntos a cuidar uns dos outros?

Ei, volte a sonhar… vem te ensino um pouquinho sobre habilidade de vida. Acho que sofri muito para conseguir acolher. Podemos passar por essa travessia juntos. Te ensino a conviver com essa parcela de carga, com essa dor gigantesca, com as perdas. Eu tô aqui pra você, então fica comigo também? Não desiste. Vamos construir um destino… Feliz de cada 5 em 5 minutos. Porque podemos não nos casar, tá? Nem ter filhos, nem ter gente que ame a gente 24 horas por dia.  Podemos não ter as curvas dos corpos estampados na mídia e nem nos formamos no tempo certo.  Não existe tempo certo, please. Tem um monte de mentira que contam para a gente e você não deve se culpar por isso.

Pode parar, pode respirar, pode aprender outro caminho, pode encontrar os seus passos várias vezes na vida… e em todas as novas voltas  podes contar comigo.

Ei, minha oração é que tu voe e que chegue ao fim com longos fios brancos. Divide tua dor comigo, ou um café, chá,  sorvete, acaí. Vem, que hoje eu pago. Vamos sonhar e traçar sentar em cadeirinhas de balanço e contar aos netos postiços (ou não?), as aventuras que tivemos. Sobre as  baladas insanas e os beijos de amor. Sobre as coisas que fizeram conosco e que não foram legais e o quanto aprendemos com isso. Bora se apaixonar pelas lembranças das noites que ficamos acordados até tarde e os dias que contamos para poder ficar finalmente juntos.

Eu sei que cada dia mais fica um pouquinho complicado de lidar com as ausências que o mundo vai causando em nós, mas precisamos aprender a desenvolver mecanismos para seguir a diante. E olha que vida magnifica podemos começar agora? Que ser fodástico veio ao mundo e veio traçar uma certeza: As pessoas precisam saber o quanto são importantes. E tu é.

 

Natália Rezende

Written by

Natália Rezende

Um ser amor. Acredita em contos de fadas e em todos os mundos mágicos do universo das palavras. Das mais certas, mas também possuí incertezas. Um pouco louca. Escreve e sonha.