Ora sofrida, ora linda. E ora dor, ora favor. Peço-te! Amo-te!  Fica? Vibra!
Por mais um entardecer permanece.
Mais uma única vez anoiteça.
Dorme em meu leito. Ajeita-te em meu peito. Acaricia o meu seio.
Faz tudo. Não meio. Meu rosto. Meu gosto. Meu sexo. Meu nexo. Meu eu. Teu. Meu tu.
Meus nós. Sós. Deixa-nos pós.
Colheram as nossas cinzas.
Diante das brisas. Lançaram no mar… os amantes, antes.