Acertar é um graça, mas errar e levantar-se depois disso é um gozo múltiplo.

Quem já caiu e se levantou, mil vezes  no dia, sabe do que tô falando. Sabe que existe um sorrir pleno de entender que no ali na frente a gente tem um total sentimento de pertencimento que nenhum casal feliz de comercial de margarina vai ter. Um sorriso próprio, despretensioso, quieto e singelo que somente cabe a si. Uma sensação de paixão pela pessoa que se torna a cada dia. Uma vontade de conhecer a vida, as pessoas, os sonhos, os Estados, e os espíritos. De se entender por dentro, de sorrir mais. Uma vontade de abraçar os pais, viajar o mundo e socializar. De beber até cair, de dançar até a perna dizer chega. De trepar com toda vontade que nossa biologia humana sexual permite. De dizer adeus aos pudores e traumas, e fazer do nosso prazer um apropriado roupão de inverno. Que tal?

De saber que a vida não começa aos quarenta, as vezes ela insiste em terminar. Que a gente se tem vontade de trocar de vida, tem que começar no hoje e continuar sendo o melhor que há em nós, para todo o sempre. De entender que a gente bem que podia ser mais solidário com beijos na testa, porque este gesto faz uma transformação no universo das pessoas que não existe ação social que se iguale.

De ter vontade de fazer o bem sem ter a quem. De procurar acreditar que apesar de qualquer signo, se uma pessoa decide que quer você, as constelações se unem e se decidem pelo “nós” também.

De querer juntar a família sempre que der, nem que seja para uma briga básica. Que a gente sinta saudade. Que a gente ame em toda a pluralidade de universos desconexos. E que entenda que as vezes tudo nunca vai dar certo. Mas se der uma vez que seja, por meros instantes, que seja na maior intensidade, verdade, e eletricidade que se possa ter. Que a gente entenda que para toda a sensação bonita  que há, existe uma possibilidade imensa  dela nem chegar a existir. Para toda a relação que se findou, agradeça, vocês existiram em elos de felicidade e amor. Para toda saudade, saiba que é aquela partícula de vontade da alma de dizer para junto de quem ela deseja ir. Que em cada tristeza existe uma geração de força.

Então se no hoje está tudo tão cinza na sua vida e caiu o seu mundo, descubra que do chão não passa. Que a dor é o maior combustível para o seu sucesso. Basta você enxergar que vida pode ser e melhor e será.

Deixe Sua Opinião Ela é Importante Para Nós

SHARE
Previous articleCasais
Next articleTriste fim do retirante
Natália Rezende
Um ser amor. Acredita em contos de fadas e em todos os mundos mágicos do universo das palavras. Das mais certas, mas também possuí incertezas. Um pouco louca. Escreve e sonha.