Um ontem qualquer tornou-se inesquecível.

Acordei, olhei as horas no relógio que maquina a todo o momento em delimitar minha vida. Andei distraído por esse longo dia, nada que fugisse da rotina bruta e ignorante.

Era outono, céu pálido, as árvores estavam nuas, o tom do dia era cinza. Mas algo inesperado aconteceu, é isso mesmo, inesperado, a vida tem dessas coisas. Veio um vento do norte e disse-me: “vem cá fora acaba de nascer uma bela flor!”. Eu, um tanto quanto descrente, não atentei a notícia. Mas o vento continuava a soprar essas palavras nos meus ouvidos.

Sai então, e me deparei com uma bela flor, em meio as flores murchas e sem vida, lá estava ela, tão viva como nunca. Corri e a abracei, me senti vivo, o outono foi-se embora precocemente.

Kalebe Luz

Written by

Kalebe Luz

Escrevo não por obrigação, mas sim por amor. Através da escrita mostro como me identifico com o mundo.