É chegado o momento de virar a página, abrir a janela… Vem raiando um novo ciclo de vida!

Caramba, e essa inquietação aqui no peito? Até hoje não me acostumei com mudanças… Isso sempre me deixa numa ambiguidade louca! Sim, uma mistura de ansiedade, expectativa e um pouquinho de receio.

Sempre fui assim, tão sonhadora com aquele pezinho no chão. Não que não tenha feito certas loucuras, agido pelo impulso. Afinal, sou humana! Mas, pra certas coisas, fico meio na minha, sabe?!

Olha só, estou até falante hoje. Falando com as palavras! Ah, as palavras e o escrever, minha companhia de tão longas noites de confidências.

É, aqui estou eu vagando um pouco além, mais uma vez… Bem, já falei que mudanças mexem comigo?!

Caramba (gosto dessa expressão!)! É muita loucura perceber como o tempo está acelerado. Sim, confesso que até me recuso a admitir isto, por muitas vezes, prefiro até ignorar. Mas, não adianta: os anos estão cada vez mais rápidos, a pressão da vida adulta te massacrando, você adiando aquela visita, se afastando dos amigos (ou os amigos se afastando de você), criando menos vínculos como antigamente, fortalecendo certas relações, deixando de fazer coisas que sempre gostou, perdendo pessoas que ama… É, o tempo…

Me lembro que por um período cheguei a pensar que eu seria diferente… Sempre questionei muito tudo e todos. Será que me perdi? Resolvi deixar as perguntas meio vagas. Sabe por quê? Para não me perder mais ainda!

Aprendi que às vezes é melhor deixar as coisas irem seguindo…seguindo…

É, precisei aprender a me aquietar um pouco, aprender que eu não poderia estar tão presente na vida daqueles que tanto amo, como eu gostaria. E assim, estou aprendendo que não consigo ser e fazer tudo ao mesmo tempo.

Outra grandiosa lição foi saber que nem tudo o que queremos vem no tempo em que desejamos. Ah, e a escada para realizar os sonhos é bem íngreme! Então, resolvi ir mais devagar. Afinal, é preciso tomar um fôlego também, curtir a vista de onde se está. Pra chegar até aqui foi uma grandiosa vitória!

Então, é chegada a hora de mais uma renovação, deixar os ventos regenerarem e realizarem as mudanças… Venha, novo ciclo!

Deixe Sua Opinião Ela é Importante Para Nós

SHARE
Previous articleA luz não vai acender se você não trocar a lâmpada
Next articlePaixão, sem restrição
Wanessa Rocha
Apaixonada por poesia, cores, sabores, lugares, sorrisos, livros, fotografia, músicas, família, amigos, natureza... Uma pequena andarilha errante de alma transparente e eterna aprendiz com a vida!