A vida é frágil, podemos partir a qualquer momento, em qualquer circunstância, de uma forma até mesmo boba! Se teremos a oportunidade de nos despedir de todos que amamos? Dificilmente. Se vamos cumprir todos os objetivos, ou se vamos conseguir realizar nossos sonhos? Nunca se sabe, infelizmente não está em nossas mãos esse controle.

Sabe o que está sob nossa responsabilidade? A luz, o amor, a bondade, a caridade, a paz! Somos responsáveis pelo que há a nossa volta, temos o poder de absorver e transmitir energias, podemos manipular nosso tempo, nos dividir entre obrigações, amores e prazeres.

Por que não dizer em vida o quanto aquele amigo é especial? Por que não ligar pros pais somente pra dizer que os ama? Por que não ser uma pessoa melhor?

Quantas vezes nos deixamos abater por coisas fúteis e bobas e esquecemos de pessoas com problemas muito maiores que os nossos, mas que simplesmente estão vivendo, lutando pela vida, ou pelo que os consome de forma brutal.

Pense em quantos apelos silenciosos por atenção já deixamos passar,
quando a humanidade passou a ser tão desumana? Quando paramos de enxergar as pessoas ao nosso lado? Desde quando as pessoas precisam partir para serem amadas?

Não inicie um dia sequer sem por a gratidão à frente dos seus passos, e nunca vá se deitar com o peito cheio de rancor, faça o possível para jamais dormir brigado com alguém que você ama.

A vida por si só já se faz difícil o suficiente, então que saibamos usá-la da melhor maneira, que saibamos torná-la mais leve e prazerosa e possamos transmitir o que tivermos de melhor, que os sorrisos se multipliquem, e os amigos sejam mais reais, que a paz reine, a amor transborde, e a solidão seja extinta!

Que a gente reclame menos e viva mais! Seja feliz, seja sábio! Mude vidas, começando pela sua.

Deixe Sua Opinião Ela é Importante Para Nós

SHARE
Previous articleSobre Loren
Next articleO som da morte
Caroline Alves
"Uma jovem apaixonada pela vida e por todos os momentos que ela proporciona, que adora estar cercada pela família e pelos amigos, mas também adora a sua própria companhia. Acredita no melhor do ser humano, e sobretudo, no poder do amor."