O relógio marca meia noite

O sino da Igreja toca,

(Tunnn Tunnn Tunnn)

O despertar está a caminho

Daqui a pouco saem da cova

 

Pois é a noite dos monstros

Relembrar os tempos áureos

De um existência que se perde na lembrança,

Enquanto se é corpo frio, fétido e sombrio.

 

O uivo do Lobisomem anuncia.

(Auuuu Auuuu Auuuu)

É chegado o momento,

De sair na noite e espalhar tormento.

 

Zumbis, vampiros e outras aberrações

Atendem ao chamado macabro.

Mas é século XXI.

Não arrancam nenhum arrepio

Frustrados voltam em silêncio…

Nenhum susto colhido.

Deixe Sua Opinião Ela é Importante Para Nós

SHARE
Previous articleA Fé que nos faz Crescer
Next articleNosso tempo passou
Eder Pereira
Por que você faz textos e poemas? Porque é onde encontro minha paz interior, é onde eu consigo viajar e conhecer universos que só posso conhecer na minha imaginação.

4 COMMENTS