Da nossa Alma

Nostalgia: Quem nunca foi fã que atire a primeira pedra.

n2

Não é desta presente geração a saudável mania de se interessar e se apaixonar por “boy bands” ou “girl bands”. No passado nossas mães com todo o respeito e certeza molharam as calcinhas e gritaram muito ouvindo os
Menudos. Pergunte a sua mamuska e constate! Não se reprima.

n3

Já o pessoal que veio ao mundo dos anos de 1990 para cá (eu! eu! eu!), pode se deliciar com o maravilhoso Justin Timberlake e companhia na ‘N Sync e dancinhas graciosas que Bye Bye Bye, Lord!

n4

E da “mior” boy band da aborrecência, ops, adolescência, de muita mulher formada,  os Backstreet Boys e suas dancinhas e músicas lindinhas que deixou muito core Inconsolable por ai.

 

 

Entretanto, a poderosa Victoria Beckham e suas coleguinhas, as Spice Girls arrancaram muita, digamos, tostestorona de papai de família hoje e deixaram muito marmanjo  naquela época apaixonadinho.

 

n5

 

 

 

n6

Cá no Brasil, eu dancei muito ao som das maravilhosas e fofinhas Rouge que com toda a certeza foi um estouro em todo o país. Elas faziam qualquer garota sentir o coraçãozinho se apequenar pensando no crush da oitava série. (Ainda faz pensar no crush atual).

 

 

 

 

n7

Bem próximo disso tudo estava a banda KLB, confessa que você também teve o caderno deles? Eu tinha e amava o Leandro e ele tava também na minha, tanto que se casou com uma Natália. Brincadeiras a parte, que você seja honesto em confessar que amava cantar Chálálálá como eu quero te amar.

 

 

 

n9Agora a meninada que já faz muita coisa de adultos e me põe no bolso está super envolvida com One Direction que tem músicas lindas em especial Story of my life e também pela banda Fifth Harmony, que pelo amor de Dio santo é muito fofa e e ao mesmo time dançante.

 

n8Sentiu saudade? Isso aí! A gente não pode deixar de cair na pista da vida e dançar sem parar. Não tenha vergonha do seu passado musical. Dance-o sorrindo e deixe a saudade trazer à tona uma sensação de felicidade simples. Afinal, a vida é música. Ora boa, ora ruim. Só depende do estado de espírito.

 

 

Natália Rezende

Um ser amor. Acredita em contos de fadas e em todos os mundos mágicos do universo das palavras. Das mais certas, mas também possuí incertezas. Um pouco louca. Escreve e sonha.

Deixe uma resposta