O moço a viu andando ao longe

Enquanto ele vadiava até tarde

Nas noites escuras da augusta

Perambulando pelos parques.

 

Retornastes para casa

Completamente atordoado

A imagem dela na tua mente

Ainda o deixa avoado.

 

Desde que a encontrou

Ela não saia do teu pensamento

Como foi se apaixonar por essa mulher?

Que só o trará, dor e sofrimento.

 

Decidiu procurá-la novamente

Andando por aí, pelas esquinas

Declarar o teu amor

Para aquela mulher da vida.

Eder Pereira

Written by

Eder Pereira

Por que você faz textos e poemas?
Porque é onde encontro minha paz interior, é onde eu consigo viajar e conhecer universos que só existem na minha imaginação.
Venha comigo para a terra do nunca, venha comigo uivar para a Lua, venha fazer parte da minha alcateia.