Eu vi a luz que brilhava 

Através das araucárias 

Eu ouvi o som que os pássaros 

Entoavam nas alvoradas. 

Senti o dia se perder em meio as matas.

Cantei canções que atraíram araras.

Cheguei até o fundo das cachoeiras 

E brinquei de pega nas goiabeiras.


Amei minha terra como ninguém 

E lutei por ela pelos vales além.

Presenciei a marcha fúnebre dos rancheiros ao luar.

Até perceber que está terra é meu lugar.


E ao final de tudo eu posso dizer 

Brasil,você precisa muito renascer.

Deixe Sua Opinião Ela é Importante Para Nós

SHARE
Previous articleAmor em tempos de guerra!
Next articleSaudade
Ygor Phelipe
Um sonhador, um homem de mil faces, de milhares de heterônimos e com uma missão: dar vida aos sonhos por intermédio das palavras. Poeta, romancista e apaixonado por livros, histórias e pelas viagens que elas proporcionam.