Ei, você aí com esse olhar vagando lá longe. Sim, estou falando com você. Estou te observando há algum tempo e sei que também tem me olhado, disfarçadamente. Então, chega de ficar desviando-se. Deixe nossos olhares se cruzarem. Deixe o sorriso se abrir.

Vem cá, chega mais perto! Confie em mim. Te lendo assim tão medroso, sei bem que está com coração cheio de feridas do passado. Você já se entregou, abriu seu coração e não foi correspondido. Passou por umas outras histórias que deixaram cicatrizes profundas. Então você resolveu entregar os pontos, está com o coração fechado.

Sabe por que te decifrei assim? Porque também bati em portas erradas, quis um abrigo seguro para repousar meu coração e me deixaram no frio, desprotegida. Me vi com feridas expostas em temporais.

Com uma fenda nos olhos, me fechei por um tempo, quis trancar meu coração. Foi quando percebi tamanha bobeira essa. Coração está aqui é para pulsar em disritmia até encontrar aquele que vai bater na mesma vibração. A gente que insiste na frequência errada e depois fica aí com os sentimentos despedaçados. Vai por mim, isso acontece até que um dia você percebe que coração não merece ser incompleto, precisa ser por inteiro!

Então, vem cá, se achegue mais aqui perto. Vem ouvir meu coração. E deixa eu repousar aí no seu peito. Vamos permitir que nossos corações tenham a mesma sintonia! Vamos para bem longe de temporais e enfim deixar o amor fazer sua morada. Levemente, vamos entrelaçar nossas almas, nossos corações, nossos corpos e permitir que o amor faça morada.

SHARE
Previous articleQue seja tão difícil nos deixar
Next articleA Lenda da Pessoa Perfeita
Wanessa Rocha
Apaixonada por poesia, cores, sabores, lugares, sorrisos, livros, fotografia, músicas, família, amigos, natureza... Uma pequena andarilha errante de alma transparente e eterna aprendiz com a vida!

7 COMMENTS

    • Tão bom saber que essa sensação foi transmitida por estas simples palavras… Obrigada!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here