Caramba! A semana passou muito rapidinho ou foi eu que fechei os olhos numa correria infundada por causa do capitalismo? Eu não quero reclamar que estou cansada. Não quero dizer coisas clichês, ou dizer que te entendo. Ou, sei lá, ouvir que você me entende. Você não entende nada do que eu sinto, falo e penso. Porque eu sou tão literal. Tão obcecada por verdades que acabo sendo um caos em vez de uma moça bonitinha que te agrade. E você até respeita os meus exageros. Começando pelo batom vermelho,e passeia pela multidão de textos que tem uma frase que lembra algo sobre nós, ou que me faça sonhar em viver com você, ou meus áudios intermináveis com inspirações sábias do que eu discordo do que você pensa. Eu não sou uma boneca inflável que respeita o seu desejo e ponto. Eu sou mais uma mulher de carne e osso, que xinga, que dança Anitta e que grita. Grita alto a sua liberdade de poder errar e não ter vergonha de pedir desculpas. Eu tô tão afim de me conhecer livre, só para saber se você também se apaixonaria por mim.

É complicado amar uma aquariana. Eu mudo conforme a música. Me visto do novo que quero ser. E isso até me assusta, imagina só então você. Não é intencional. Eu não quero te assustar, nem te perder, nem te ter preso apenas no que eu acho certo. É tão incerto querer que você permaneça na minha bagunça sem rotulação dos post-it da vida? É egoismo não te ver voando livre para os sonhos que não compartilhamos. Então eu respeito. Mesmo com o peito carregado de vontade de construir uma casinha por modo da gente se amar. Deixo o sonho baixo e sigo os sonhos realizáveis, com um gostinho de querer que você permaneça. Você que combina com a decoração da casa, com o assoalho e o tapete da sala. Com a louça e a mesa da cozinha. Com a xícara de chá e com a escrivania no cantinho. Você combina tanto comigo que fica até difícil não te querer bem perto do que eu sei que sou. Um ser amor por você.

Você é tão já de mim que eu não sei porque não mora aqui. Você fica tão bonitinho no que eu escrevo moço, que eu só não te peço em casamento com todas as letras, porque sou dessas que adoram inovar. Mas…

PS: Quer ser o meu texto?

SHARE
Previous articlePrecisa-se de amigos
Next articleEu te desejo sorte.
Natália Rezende
Um ser amor. Acredita em contos de fadas e em todos os mundos mágicos do universo das palavras. Das mais certas, mas também possuí incertezas. Um pouco louca. Escreve e sonha.

2 COMMENTS

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here