Hoje a facilidade com que se conhecem pessoas nas redes sociais, com a agilidade com que são realizadas as conversas, faz com que cada vez mais aconteçam as decepções afetivas em geral.

 

Isso acontece justamente porque nas redes sociais, no primeiro momento, as pessoas são felizes, são voltados para a família, são animados, buscam um amor de verdade, pois estão cansados de decepções, vão à igreja.

 

Atualmente, com duas, três semanas de conversa nas redes sociais, você já conhece a pessoa, os gostos, a família, os animais de estimação, as fotos das viagens, os melhores amigos, tem diversos assuntos, até que aos poucos as conversas diminuem, os assuntos vão acabando e cada um fica esperando o outro puxar assunto, até que não se falam mais.

 

Não existem mais ligações para desejar feliz aniversário (só das tias mais velhas e das avós, isto só porque elas não aprenderam a usar o whatsapp), apenas uma mensagem no grupo da família ou dos amigos é suficiente para expressar o carinho pelo aniversariante.

 

As pessoas nem se preocupam em perguntar como estão as outras, o fato da pessoa ter postado uma foto e você ter curtido quer dizer que sabe que ela está bem. Ou então, que não perderam o contato.

 

Convites para o cinema estão cada vez mais raros, algumas pessoas dizem; “Tenho NETFLIX em casa mesmo…”.

 

Sair para jantar virou artigo de luxo, hoje qualquer restaurante entrega mesmo. E não fazem ligações nem mais para os chamados “Deliverys”, já inventaram aplicativos para pedir comida.

 

Analisando tudo isso que vem mudando com o passar do tempo, começam a ficar mais evidentes as pessoas superficiais. As pessoas que não tem conteúdo e exigem que você tenha, a falta de consideração que algumas têm pelas outras e como esse egoísmo, essa vontade de ser amado, de ser surpreendido, de ser agradado, mas nenhuma vontade de amar, de surpreender e agradar ao outro.

 

Essa reflexão nos leva a crer que devemos ser pessoas melhores. Devemos parar de esperar por pessoas melhores, por que enquanto ficarmos uns esperando dos outros, cada vez menos teremos compaixão, amor e tantos outros sentimentos bons espalhados por aí. Espalhe amor. Seja amor, carinho, cuidado e compreensão. Seja diferente. Faça a diferença.

 

 

Marcelo Taveira

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here