ANTES: Sabe o que é pior? É que nossa música sempre vai tocar. Aquele cheiro, em algum momento, sempre virá com o vento. As noites não vão ser apenas frias, vão ser mais congelantes e solitárias. Os dias se tornarão eternos. E não adianta as lágrimas secarem se quem chora é o coração. Esse que está em cacos, tentando se arquitetar novamente. O pior é que as boas lembranças sempre são realmente boas. Foram momentos de muita felicidade, reciprocidade e calor. E aquele hálito doce, aquela boca macia, aquele olhar de desejo ainda me perturbam. Os toques que causavam cócegas suportáveis, ai ai, que carinho era aquele?! Que paixão era aquela?! Nada de mentirinha, tudo de verdade. Está sendo agoniante esperar o coração se reconstruir da bagunça deixada. As flores se transformaram em poeira. Tudo agora se resume a isso, poeira. Não vou esquecer ao amanhecer e nem no findar do dia, mas o tempo passa. Ele ajuda a amenizar o estrago causado e espero que o mais breve possível. O bonito disso tudo é saber que somos capazes de amar, de nos apaixonar e fazer isso muitas e muitas vezes.

……………………………………………………………………………………………………….

COMO DEVE SER: Sabe o que é melhor? É que quando tocar nossa música já não terá tanta importância. O seu cheiro já veio com o tempo e já o sinto em outra pessoa sem lembrar de você. E nas noites frias já me esquento em outros braços. Estou muito ocupado e já não vejo os dias passarem. Troquei as lágrimas por sorrisos. O coração que estava em cacos já se arquitetou novamente. O melhor é que as lembranças já não machucam mais. Os bons momentos seguem comigo e nunca serão esquecidos, mas já não estou escravo das recordações. E aquele hálito doce, aquela boca macia, aquele olhar de desejo já encontrei em outras ocasiões. Outros dedos já me causaram as mesmas cócegas, pude ver que o carinho e reciprocidade chegam de outras pessoas também. Nossa historinha foi de verdade, mas acabou. O coração já se reconstituiu de novo, a bagunça já foi varrida para baixo do tapete. As flores? Foram regadas e agora sobrevivem com mais alegria e harmonia. O que era poeira, agora se transformou em uma brisa harmoniosa com um perfume mais agradável. Não esqueci, é que as recordações já não machucam mais, pois o tempo já fez seu trabalho. O bonito disso tudo é que aprendemos lidar com nossos demônios e não nos tornamos refém deles. E aqui estamos, vivendo outras formas de felicidade e aproveitando o que desconhecido reservou para nós.

2 COMMENTS

  1. Tão sereno e sábio! Que belíssima forma de nos mostrar que depende de nós escolhermos ficar remoendo pelo o que passou ou virar a página! Parabéns! E ainda fechou com essa imagem show!hehe

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here