Mulher SER

Teu sangue

Como dói a minha alma, ver teu sangue na calçada, são muitas gotas, cada molécula
que se juntam e abandona seu corpo.
Meu Deus, aquele corpo franzino de pele negra, cabelos ondulado, tão jovem.
Ficou um eco em minha mente e no meu coração presenciar aquele jovem estirado no chão, “nem sei seu nome, não de onde veio, não pudemos se quer dar um bom dia”.

Mas seu olhar se foi , os curiosos já partiram ,restou-se apenas teu sangue pra falar comigo. Assistir os vídeos que gravaram de teu ultimo suspiro. Só queria que tivesse conversado com teus pais, com as igrejas , com o poder publico ,sei lá quem, você poderia você poderia…

Agora, só sobrou a imagem do teu sangue em minha memória.
Teu sangue, teu sangue…
Muitos sangues se entrelaçam e dialogam.
Outros se perdem.
Mas, o teu sangue, “apenas” escorre na calçada.

Jessica Rosanne

"As palavras são como uma espécie cura é uma mistura de céu , mel e fel .Acredito em seu poder e no universo que nos proporcionam.São como gente e gente miúda, que precisa de cuidado para não matar ou ferir".

Um comentário

  • Mateus Adriano
    Mateus Adriano

    A verdade causa um impacto brusco, ainda mais qndo vem carregada de tamanha sinceridade… comecei a ler essa calçada e por mais que a tenham lavado, ainda sinto o cheiro de sangue…

Deixe uma resposta