Vivemos em uma sociedade hipócrita. Sorte a nossa que a arte está aí para trazer um pouco de alivio a algumas questões com as quais nos deparamos constantemente. Um ótimo exemplo é a série televisiva da HBO “Six Feet Under”, que aqui no Brasil recebeu o título de: A sete palmos.

Trata-se de uma tragicomédia que aborda temas que são vistos como tabus pela sociedade ocidental: desde uma abordagem direta sobre a morte a temas existenciais, passando pela retratação das minorias e representação daqueles que convivem com alguma condição psiquiátrica. Ufa! É muita coisa, não? Mas a série consegue abordar cada uma dessas questões de maneira louvável.

Nunca me esquecerei de um dos episódios que inicia com a morte de um jovem, por conta da homofobia. O capítulo acaba trazendo a questão de maneira direta, o que me deixou emocionado, revoltado e sem palavras pela crueldade com que as pessoas encaram as mais puras, simples e diversas manifestações do amor.

Outro personagem que requer comentários é o de David: o filho, irmão, profissional, ser humano e gay da história. Trata-se de um personagem muito bem construído e que em momento algum se torna clichê. Através da retratação de sua vida é possível se refletir sobre questões como aceitação, libertação, companheirismo, e acima de tudo: superação.

No final de 5 temporadas incríveis temos a mensagem: “Everything, everyone, everywhere ends” percebemos que desde o nascimento até a morte, da qual sabemos ao certo quando virá mas apenas temos a certeza de que virá, tudo o que devemos fazer, em cada segundo, em cada instante de fôlego é amar a vida, amar quem somos, celebrar a grandiosidade e a diversidade da vida e viver intensamente.

Deixe Sua Opinião Ela é Importante Para Nós

SHARE
Previous articleNão nos matem, não nos deixem morrer.
Next articleE se o amanhã nunca vier?
Ygor Phelipe
Um sonhador, um homem de mil faces, de milhares de heterônimos e com uma missão: dar vida aos sonhos por intermédio das palavras. Poeta, romancista e apaixonado por livros, histórias e pelas viagens que elas proporcionam.