Não me venha com palavras ensaiadas dizendo que não quer mais viver esses relacionamentos. Não venha dizer que seu coração está fechado para balanço ou que você não confia mais nas pessoas. Não diga que tudo bem sair numa noite, se divertir, beijar algum carinha e no outro dia é outro dia. Não diga, eu não acredito em você.

 

Sua pose de durona perdeu a eficiência quando te vi chorar com aquele romance água com açúcar que você assiste e também naquela vez que sua amiga te ligou dizendo que não sabia mais o que fazer com o relacionamento dela e você fez um discurso gigante dizendo que valia a pena tentar de novo e que o amor era a coisa mais importante dentro do universo.

 

Eu não entendi nada, você ficou parada de frente a janela por longos minutos e ao se virar estava com os olhos marejados. Ao te questionar o que se passava, recebi respostas vazias de que não era nada e tudo bem. É sempre esse tudo bem. Até que te ouvi sussurrar: “se um dia encontrar alguém e esse alguém te fizer sentir vontade de ser mais… Permaneça.” Foi aí que seu muro caiu.

 

Eu me lembro das suas histórias e dores, lembro-me dos seus amores e de como, inúmeras vezes, você mentiu dizendo que tudo bem para aquelas decepções. Lembro-me do dia em que você jurou de pés e dedos juntos que não deixaria mais ninguém chegar tão perto.

 

Eu estava lá quando você foi só uma garotinha de joelhos ralados esperando o curativo certo, que nunca chegou. Eu estava lá vendo você marcar as cicatrizes para sempre se lembrar de que aquilo não ia mais acontecer, por que você não daria chance. Eu estava lá e por isso sei que é hora de mudar.

 

Sim, parece um grito no vazio. Parece que não existe alguém capaz de compartilhar das suas qualidades e te ajudar a melhorar os defeitos, enquanto lida com a sua intensidade. Parece inútil esperar que entendam suas fotos repetitivas do céu e que não se cansem de ver você se apaixonar por coisas tão simples. Mas não é! Nada disso é difícil ou impossível.

Um dia, alguém vai sorrir das suas piadas sem graça, vai conhecer todo o monte de coisa boa que tem aí dentro, vai ver seu choro bobo e vai entender que você não é tão durona, só estava machucada. Alguém vai se encantar com o seu sorriso ao ver a Lua, vai completar as músicas aleatórias que você cantarola e vai te amar por quem você é quando ninguém está olhando. Alguém vai merecer sua confiança. Um dia, alguém vai dizer que você é o motivo dele querer ser mais e pela primeira vez aquilo vai soar sincero. Você vai acreditar, só precisa deixar que aconteça.

Podíamos tentar juntos.

No nosso tempo, devagar. Prometo te avisar quando ele chegar, se você prometer não me trancar aqui sozinho com todo esse sentimento.

Com amor e pressa, seu coração.

SHARE
Previous articleAinda posso querer…
Next articleDe ti e de mim
Hanna Martinelli
"Há duas coisas que você precisa saber sobre mim: Sou colecionadora de sonhos e escrevo sobre tudo. Ás vezes, até sobre o nada."

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here